SENADORES ACUSAM IBOPE DE FRAUDE

29 outubro, 2010


Os senadores Papaléo Paes, PTB-AP, e Morazildo Cavalcante, PTB-RR, afirmam que o IBOPE cobra R$ 1 milhão para alterar resultados de pesquisas. O segundo diz que tem tudo gravado.


Quem sugeriu fortemente algo do tipo foi o coordenador da campanha de Dilma, ao dizer no começo do ano que o presidente do IBOPE vende até a mãe.

De sua parte, o IBOPE nega tudo. O Senador Morazildo não explicou o que está esperando para mostrar a gravação que prova que lhe pediram essa quantia por um resultado favorável.


O presidente do PT afirmou ao Globo que encomendou pesquisas junto ao IBOPE e Vox Populi. Apesar disso, ambos acreditam que as pesquisas que divulgam não tenham vício algum. A Globo, que também é cliente do IBOPE, também parece não ver problema na relação entre interessado e pesquisador.

***
LEIA ABAIXO

Sobre outro erro absurdo do Datafolha:

https://domaugostodamateria.wordpress.com/2010/10/29/datafolha-850-mil-morrem-por-dia-no-brasil/

Sobre o lobista que diz que Dilma o ajudou no caso dos correios:

https://domaugostodamateria.wordpress.com/2010/10/29/lobista-diz-que-dilma-o-ajudou-no-caso-dos-correios/

Sobre declaração dada por Dilma Roussef em 28/10/2010 se colocando contra a prisão de quem pratica o aborto:

https://domaugostodamateria.wordpress.com/2010/10/28/em-28102010-dilma-declarou-publicamente-ser-contra-a-prisao-de-quem-pratica-o-aborto/

Sobre o PNDH-3, entrevista com Ives Gandra:

https://domaugostodamateria.wordpress.com/2010/10/28/o-pndh-3-explicado-por-ives-gandra/

Sobre a orientação espiritual do Papa bento XVI para fiéis não votarem em candidatos que apóiam a eutanásia, aborto e suicídio assistido:

https://domaugostodamateria.wordpress.com/2010/10/28/qual-catolico-deixara-de-votar-em-dilma/

Sobre manchetes que mostram quem realmente ganha com este governo:

https://domaugostodamateria.wordpress.com/2010/10/28/manchetes-do-dia-sobre-o-governo-dos-pobres/

Sobre o presidente da CNT/Sensus fazer campanha descarada para o PT:

https://domaugostodamateria.wordpress.com/2010/10/28/presidente-da-cntsensus-faz-campanha-para-dilma/

Sobre o lucro formidável dos bancos, do gasto de R$ 191 milhões na campanha do PT e este se dizer o governo dos pobres:

https://domaugostodamateria.wordpress.com/2010/10/27/e-possivel-servir-a-dois-senhores/

Sobre o regime pelo qual Dilma Roussef e Franklin Martins orgulhosamente pegaram em armas:

https://domaugostodamateria.wordpress.com/2010/10/27/pelo-que-dilma-roussef-e-franklin-martins-pegaram-em-armas/

Sobre o cancelamento da entrevista com Serra pelo SBT e um negócio de R$ 7 bilhões de Sílvio Santos com o governo federal:

https://domaugostodamateria.wordpress.com/2010/10/26/sbt-cancela-entrevista-com-serra-silvio-tem-7-bilhoes-de-motivos-para-fazer-isto/


PRESIDENTE DA CNT/SENSUS FAZ CAMPANHA PARA DILMA

28 outubro, 2010


Não é modo de falar. Não é força de expressão. Não é metáfora, nem analogia, nem nada. É no duro, preto no branco, pra valer, de verdade mesmo. O presidente do instituto de pesquisas Sensus fez e faz campanha para Dilma. Não é que se esteja acusando-o de ter vendido as pesquisas divulgadas, não. Nem se está fazendo ilações a partir do fato confesso pelo presidente do PT ao Globo de que encomendou pesquisas junto a empresas do ramo. Não se está deduzindo coisas a partir do fato de os prognósticos que jogou nos jornais foram mais furados que previsão metereológica. Não é nada disso. Prestem atenção. O Sr. Clésio Andrade, presidente da CNT/Sensus, fez campanha descarada para Dilma Roussef. Tem foto, claro.

A coisa tá feia. Muito feia. Lazarenta de feia. O Datafolha faz umas lambanças com cálculos simples e arredonda para mais um 0,4 de Dilma e para menos um 0,6 de Serra, conforme mostrado aqui: https://domaugostodamateria.wordpress.com/2010/10/15/houston-we-have-a-problem/. O IBOPE, bem, deste o coordenador da campanha de Dilma disse em alto e bom som, de modo livre e espontâneo e bem consciente de que era transmitido ao vivo, que o presidente do instituto, Sr. Montenegro, “esse…ah, esse vende até a mãe”. Fosse pouco, o presidente do PT, notem bem, o presidente do PT, José Eduardo Dutra, disse sem jamais voltar atrás que encomendou pesquisas do IBOPE e do Vox Populi, coisa escrita e publicada pelo Globo e nunca negado ou criticado pelo petista.

Entre outras obras primas da estatística, o Sensus deu que Netinho seria eleito e que Dilma ganharia no primeiro turno.

E esse Clésio, que fez exatamente? Bom, ele confessou na internet que fez uma carreata em algumas cidades do sul de Minas. Ta lá no twitter dele. Vejam a foto:

Esse cidadão era um empresário do ramo dos busões. Virou e mexeu, tornou-se presidente da Confederação Nacional de transportes, CNT, que não tem nada a ver com a rede de televisão. Dizem as más línguas que chegou ao cargo por ter se mostrado mestre na arte de organizar festinhas e vaquinhas para presentinhos para amiguinhos do funcionalismo público afeitos à sua área de atuação empresarial e, por conseguinte, de seus colegas de agremiação. A coisa foi aumentando, aumentando e durante o breve reinado do homem daquilo roxo, no início da década de 1990, ele conseguiu apoio político para montar o clubinho dos donos de carretas e ônibus, do qual arrogou-se a cadeira de presidente, na qual se mantém até hoje.

Com dinheiro do pessoal do clubinho, ele acabou chegando a vice-governador de Minas na gestão de Aécio. Agora é suplente de Senador. Ele teve no começo do ano a brilhante idéia de apoiar Helio Costa para governador e Aécio para senador, razão pela qual iniciou o movimento cujo nome é um primor da poesia mineira: Helécio. Aécio, que não queria nem saber de ficar perto do PMDB, não gostou nada da coisa, foi para a justiça e se deu bem. A desembargadora Marisa Porto, do TRE mineiro não teve dúvidas e deu no cocoruto de Clésio, afirmando que o tal movimento era “o mais grave processo sobre propaganda eleitoral já apreciado pela Corte” (http://colunistas.ig.com.br/poderonline/2010/10/01/na-justica-aecio-vence-a-batalha-contra-clesio-andrade/). Seu nome também apareceu no escândalo do mensalão e desdobramentos.

Até outro dia tramitava na Polícia Federal num sigilo não muito sigiloso o inquérito nº 830/2008 para dar uma bisbilhotada em certas andanças dele por aí. Ele contratou um advogadão desses bem feios e caros lá de Brasília, o qual virou e mexeu, esperneou e aquela coisa toda e no fim não adiantou coisa alguma: o inquérito continuou normalmente. A coisa cheirou mal e seus amigos da CNT o querem fora da agremiação o quanto antes. Pode ser medo do vexame, pode ser medo de que sobre para eles algum rescaldo dos presentinhos dados no passado.

Por conta disso tudo, ele vem pressionando o Senador Eliseu Resende para que renuncie e assim assuma seu lugar. Até agora, tem dado em nada. Ele sonha que, eleita, Dilma poderá arrumar um carguinho para Eliseu e aí saltar para o Senado e arrumar uma imunidade e um foro privilegiado no tribunal de fundo de quintal do Palácio do Planalto.

Clésio confia na impunidade. Acha que tem feito muito por Lula e o PT. O que ele parece não saber é que nunca petista algum foi famoso por sua gratidão. Mas eles são do ramo, eles que se entendam.

O causo é que sua arrogância ímpar não ajuda nada a vida dos institutos de pesquisa. Estão cada vez mais na berlinda.

A propósito, há coisa de duas semanas o blog enviou um e-mail à Rede Globo indagando se havia no Jardim Botânico conhecimento de que o IBOPE, cujas pesquisas o jornalismo dos Marinho encomenda e divulga, também fornecia pesquisas para o PT e se acreditava ou não que isso afetasse a isenção do trabalho apresentado. A resposta foi a seguinte:

A seleção e a produção das matérias obedecem a critérios jornalísticos próprios de cada editoria.

Cordialmente,
Rede Globo

O colunista Ricardo Noblat, do jornal O Globo, dias atrás revelou o resultado da pesquisa IBOPE com cinco dias de antecedência. Cinco dias. Não há notícia de que ele tenha ganho na mega-sena alguma vez.

Confiando no tal do voto útil, ainda muito em voga em parte razoável do eleitorado, o PT vem fazendo o maior alarde de sua dianteira. E tem petista que usa os números para rebater as denúncias e suspeições lançadas sobre o Partidão: “você já viu a última pesquisa? Tamo muito na frente”. Dias desses a colunista Dora Kramer, do Estadão, ouviu uma dessas e respondeu na lata: quem tem medo dos vencedores são os covardes. E com mais essa castanhada, podemos encerrar por aqui.

***

LEIA ABAIXO:

Sobre o perigo de se eleger Dilma crendo que ela será Lula lá outra vez e sobre lições de história que nada valem para militontos e petistas de ocasião:

https://domaugostodamateria.wordpress.com/2010/10/27/lula-periga-ser-o-novo-kirchner-e-dilma-o-novo-pitta/

Sobre o lucro formidável dos bancos, do gasto de R$ 191 milhões na campanha do PT e este se dizer o governo dos pobres:

https://domaugostodamateria.wordpress.com/2010/10/27/e-possivel-servir-a-dois-senhores/

Sobre o PT ter usado indevidamente o nome de outro artista no tal manifesto dos intelectuais:

https://domaugostodamateria.wordpress.com/2010/10/27/outra-manifestacao-contra-o-manifesto/

Sobre o regime pelo qual Dilma Roussef e Franklin Martins orgulhosamente pegaram em armas:

https://domaugostodamateria.wordpress.com/2010/10/27/pelo-que-dilma-roussef-e-franklin-martins-pegaram-em-armas/

Sobre o cancelamento da entrevista com Serra pelo SBT e um negócio de R$ 7 bilhões de Sílvio Santos com o governo federal:

https://domaugostodamateria.wordpress.com/2010/10/26/sbt-cancela-entrevista-com-serra-silvio-tem-7-bilhoes-de-motivos-para-fazer-isto/


FAÇA O QUE EU DIGO…

27 outubro, 2010


O PT pediu ao TSE que impeça a divulgação de uma pesquisa registrada do instituto GPP. Argumenta que os tucanos, que a encomendaram e comunicaram o fato ao TSE, teriam deixado vazar o resultado para a imprensa antes mesmo dela ser divulgada. Bem, se eles vissem mesmo algum problema nisso, teriam pedido para impedir a divulgação do Vox Populi, do IBOPE e do Datafolha porque, entre tantos outros, Ricardo Noblat divulga seus resultados sempre antes. A do IBOPE ele chegou a anunciar com incríveis cinco dias de antecedência. Pior, o PT é cliente confesso do IBOPE e do Vox Populi. Espera-se que estes fatos também cheguem ao conhecimento do relator do caso, Ministro Henrique Neves.


DATAFOLHA, DE NOVO, APRONTANDO

18 outubro, 2010


Só pode ser piada. O Datafolha quer mesmo sair dessas eleições sem nenhuma credibilidade. Estão fazendo uma sondagem que dura um dia. Exatamente um dia. Quanto serão os entrevistados? 50? O instituto registrou uma pesquisa no TSE (3884/92) em que afirma que fará a amostragem de 21/10 a 21/10. Dá para entender uma sandice dessas?


CREDIBILIDADE NA BERLINDA

16 outubro, 2010

É fato, o PT anda muito mal de amigos. Nem é o caso de se falar em Sarney, Calheiros, Collor, Maluf e outros menos cotados. Já foi dito aqui a respeito do tucano Meirelles (https://domaugostodamateria.wordpress.com/2010/10/15/das-berinjelas/), presidente do BACEN, e que, conduzindo uma política tucana, tem ajudado a manter o governo Lula no auge, muito mais do que o Bolsa Família. Agora, o presidente do partido, José Eduardo Dutra, dá uma baita mão aos tucanos. Primeiro, FHC lembrou que o camarada conseguiu seu primeiro emprego na Petrobrás lambendo as bolas de algum general, colocado que foi sem concurso, notem bem: entrou na Petro sem concurso a mando dos militares. Mas até aí, isso pouco ajuda Serra. O que pega mesmo é outro caso. Ele acaba de dizer em alto e bom som ao jornal O Globo que, prestem atenção, encomendou pesquisas junto ao IBOPE e ao Vox Populi. Em miúdos, ele está a dizer que as pesquisas divulgadas foram, no mínimo, feitas sem muita imparcialidade.

Sobre o IBOPE, Ciro Gomes, coordenador da campanha a pedido do próprio Lula, disse meses atrás: “O IBOPE? O Montenegro (presidente do instituto), esse vende até a mãe. Eu sei disso de longa data” A fala está registrada numa entrevista ao vivo que ele concedeu. O jornalista Augusto Nunes a recuperou e reverberou em seu blog: http://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes/historia-em-imagens/o-aliado-de-dilma-pode-virar-a-maior-atracao-do-horario-eleitoral-de-serra/

Já Dutra foi mais além e confirmou que as pesquisas IBOPE e Vox Populi são, no mínimo, suspeitas. Ok, verdade seja dita, ele não disse que comprou as pesquisas divulgadas pela Rede Globo. Ele disse que comprou pesquisas, podem ser outras, de uso interno do partido. Normal que um partido compre pesquisas para seus próprios fins. O sapo aqui é um mesmo instituto servir à divulgação pública de uma informação e ao mesmo tempo servir a alguém que está envolvido na própria pesquisa. O simples fato de o IBOPE, na mesmíssima campanha eleitoral, prestar serviços ao PT já o coloca fora da faixa de isenção na divulgação de dados ao grande público sobre essa mesma campanha. É, grosso modo, uma situação análoga á das pesquisas pró tabaca financiadas pela indústria tabagista. Querendo, leia o que foi publicado em O Globo: http://oglobo.globo.com/pais/eleicoes2010/mat/2010/10/15/dutra-diz-que-pesquisas-internas-mostram-recuperacao-de-dilma-922801125.asp

Por que a Rede Globo encomenda pesquisas ao IBOPE? Para obter uma informação interessante aos seus telespectadores, só isso. Vamos desconsiderar, por ora, eventuais interesses da empresa em ajudar este ou aquele partido. A pretensão é mostrar um retrato da corrida eleitoral. Se o IBOPE tem como cliente, na mesma campanha, um dos partidos que concorrem, que credibilidade tem as informações que ele vende para a Globo divulgar ao público? Na melhor das hipóteses, perto de zero.Imagine que a Receita Federal tenha a brilhante idéia de contratar empresas de auditoria para ajudar no seu serviço de fiscalização da contabilidade de outras empresas. Nessa estranha hipótese, a RF contrata, digamos, a Price Waterhouse&Coopers, para fiscalizar a contabilidade da, digamos, General Motors do Brasil. Até aí nada demais. Mas eis que se descobre que a GM já é cliente da PW&C. Quem confiará nessa análise? É isto, só isto e nada mais do que isto. É aí que estão IBOPE e Vox Populi.

Já ontem, 15/10/2010, o Datafolha cometeu um erro grosseiro, arredondando as contas em favor da candidata Dilma. A coisa esmiuçada no post “Houston, we have a problem”: https://domaugostodamateria.wordpress.com/2010/10/15/houston-we-have-a-problem/ Para ajudar, segundo informações que o próprio instituto prestou ao TSE, quem o contratou foram as empresas Folha da Manhã, que vem a ser a Folha de São Paulo, e a Rede Globo, a mesma que divulga informações do suspeito IBOPE.

Sabe a Rede Globo que o PT encomendou pesquisas junto ao IBOPE também? Provavelmente sim. Por que ainda confia? Das duas, uma. Ou não confia e tem um qualquer interesse em divulgar dados pró PT ou faz pouco caso da credibilidade do instituto e acha que qualquer coisa divulgada serve para encher o espaço do Jornal Nacional. Foi enviado um e-mail á Globo com o seguinte teor: “A Globo tem ciência de que, nesta mesma campanha, o PT contratou o IBOPE? A Globo acredita que isso tenha algum impacto na credibilidade das informações vendidas pelo instituto á emissora?” Aguarda-se resposta. Vindo, publica-se aqui.

Já não é de hoje que os institutos de pesquisa estão sob suspeição. Até o ano passado, a coisa estava mais para chororô de perdedor. A conversa mudou. Os erros cometidos já não são mais matematicamente aceitáveis e estão destoando muito da realidade encontrada nas urnas. 5% parece coisa pouca, mas além de ser o suficiente para eleger um e não outro, é suficiente também para determinar o sucesso ou o fracasso no lançamento de um produto, ou seja, os institutos estão se colocando na berlinda frente a todos os seus possíveis clientes. Resta saber a troco de que.


HOUSTON, WE HAVE A PROBLEM

15 outubro, 2010


Hoje, 15/10/2010, saiu uma nova pesquisa Datafolha. Dilma 47%, Serra 41%. Nos votos válidos, Dilma com 54% e Serra com 46%. Muita gente sentiu um cheiro de coisa marrom no ar. De fato, o Datafolha arrendou os votos válidos de Dilma para mais e os de Serra para menos. Pior, arredondou 0,4 dela para mais e o 0,5 dele para menos. Se isso não for tendencioso, só pode ser incompetência. De um jeito ou de outro, o instituto acaba de dar um passo largo rumo ao descrédito total.


A divulgação toda feita pelo Datafolha é a seguinte: Dilma 47, Serra 41, indecisos 8, brancos/nulos 4. Soma tudo: 100. Aí é que vem o pulo do gato. O Datafolha deu uma mãozona pra Dilma e tascou que ela tem 54% dos votos válidos e Serra tem 46%. Aqui: http://www1.folha.uol.com.br/poder/815388-em-cenario-estavel-dilma-mantem-vantagem-de-oito-pontos-sobre-serra-diz-datafolha.shtml Tá errado. Muito errado, errado o suficiente para mandar um foguete para Marte ao invés da Lua.


A conta é simples. O tanto de votos válidos de cada um é igual a seu próprio percentual divido pela soma dos percentuais dos dois. Por que? Porque isso representa o percentual que eles realmente têm entre os que votam em um ou em outro. Então fica assim:


Dilma 47 + Serra 41 = 88.


Daí: 47/88 = 0,53409 = 0,534 = 53,40


E: 41/88 = 0,4659 = 0,465 = 46,50


E o que o Datafolha fez? Contou pra todo mundo que Dilma tem 54 e Serra 46. Se existe alguma estrambólica metodologia que justifique isso, deveria ser divulgado junto. A matemática comezinha diz que Dilma tem 53,4% e Serra tem 46,5%.


Mas e os indecisos? Bem, a supor que seja mantida a mesma proporção dos decididos, não faz a menor diferença, porque aí eles só fazem aumentar o total de votos dados a cada um. Mantida a mesmíssima proporção dos decididos temos o seguinte:


47% de 8 = 3,76


41% de 8 = 3,28


4% de 8 = 0,32


Daí o total de votantes em um ou outro fica assim:


Dilma 50,76% + Serra 44,28% = 95,04


50,76/95,04 = 0,53409 = 0,534 = 53,40


44,28/95,04 = 0,4659 = 0,465 = 46,50


Exatamente a mesma coisa. Nem poderia ser diferente, porque se trata de reles proporções e o tamanho do bolo não muda nada.


Numa época em que os institutos estão com a corda no pescoço, fica difícil acreditar num singelo erro. O que diabos o Datafolha quer com a vitória de Dilma? Ajudar a enterrar o Estadão? Se o caso for só de incompetência mesmo, sabe-se lá se não é ainda pior.


Seja como for, o Datafolha vem dando ajudinhas em prol de Dilma a campanha inteira. Não precisa explicar nada a ninguém, por óbvio que não, só e tão só se quiser ainda resgatar a sua antiga credibilidade. Do contrário, é livre para torcer e distorcer para quem quiser. E compra gato por lebre quem quiser.


O LUGAR DO TEMPERO

4 outubro, 2010

Serristas, lembrem que Mário Covas foi bem beneficiado contra Marta Suplicy com a divulgação de pesquisas, inclusive uma no dia da eleição.