FILHINHA DO PAPAI


O que você diria se o prefeito da sua cidade movesse um processo administrativo contra o município? Pois estamos a um passo de isso acontecer no mais alto grau. Eleita, Dilma terá a chance de ser vencedora num processo administrativo federal. O número é 2002.01.13016, digite-o no site http://portal.mj.gov.br/anistia/data/Pages/MJDC5E093DPTBRNN.htm e confirme que se trata dela mesma: Dilma Vana Rousseff. Pior, o moveu quando já era virtualmente ministra. Ou seja, na condição de amiga do presidente eleito Dilma moveu um processo cujo mérito é de ser apreciado pelo próprio poder executivo.


Abrirá mão dele? Suspenderá? Que fará com ele quando eleita?


Como alguém que quer ser presidente não se deu ao trabalho de desistir do processo? Ou ao menos de contar ao público que o moveu?


Se ela merece ou não ganhar uma bolada por conta das barbaridades que perpetrou durante os anos de chumbo, é coisa que nem vem ao caso agora. O que importa é que ela deu início ao processo no tempo em que trabalhava arduamente para o candidato favorito nas eleições. Custava esperar? Depois, não fez a menor questão de pedir sua suspensão. Ora, um ministro manter um pedido administrativo ao governo do qual faz parte é o cúmulo da cara de pau. Bom, não em tempos de dólar na cueca, mas em tempos outros, seria, sem dúvida. Há um velho adágio romano que cai bem ao caso: à mulher de César não basta que seja honesta, é preciso parecer honesta.


Caramba, ela foi nomeada pelo homem mais poderoso dentro do executivo. Que imparcialidade se pode esperar do julgamento do seu pedido? Imagine quando ela mesma for a presidente.


A rigor, em termos estritos, o pedido nem deveria mais ter seguimento algum após sua nomeação como Ministra das Minas e Energia, em obediência ao artigo 37 da Constituição Federal que impõe à administração pública os princípios da impessoalidade e da moralidade. Dado que o advogado que mais move esse tipo de processos é um deputado do partido do governo, isso é até peixe pequeno, mas um pequeno traficante ainda é traficante.


Dilma e o PT esconderam esse fato de todos. Nestes tempos de escândalos semanais, talvez nem seja a coisa mais grave a se dizer contra a guerrilheira que se orgulha de ter pego em armas, como se vê em vários vídeos no youtube e em entrevistas várias disponíveis na net. Mas que é grave, é e erros outros, ainda que maiores, não o fazem menos erro. Dilma, claramente, não acredita em imparcialidade no uso do poder.

2 respostas para FILHINHA DO PAPAI

  1. Tiagoonie disse:

    O processo da Dilma não ofende o princípio da impessoalidade, mas sim o aplica. Não é por ser ministra ou ocupante de qualquer outro cargo que ela não pode pleitear seus direitos. No estado democrático de direito é exatamente isso que acontece!

  2. jose ricardo disse:

    dilmal,não tem nenhum direito nesta nação,pois o que ela fez não condiz com uma presidenciavel corrupta e ainda colocada por um lider ,entre aspas,que se diz mito.ah,ah,ah.e que e um tremendo corrupto ,chefe de um partido corrupto(pt),que não e nada de democrata,e sim,uma democracia ditatoria,e ainda se compara a getulio e juscelino.nunca houve tanta corrupção neste pais.e ,ainda falam de fernando henrique.se ela ganhar estamos fudidos e mal pagos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: