SEÇÃO NÃO ERRAMOS

Isso de exigir coerência dos seres humanos é tiro e queda para um estresse sem fim. Mas esperar um mínimo dela, até que não. Tudo bem que no dos outros é refresco, qualquer um entende isso, e dois pesos e duas medidas também é coisa barrela, humanidades, humanidades, isso aí. O diabo mesmo são duas medidas para um mesmo peso, aí sim é de sair melancia pelo buraco da uva. E por esses dias a Folha de São Paulo deu dessas.

Havia um site que se chamava “A Falha de São Paulo” que desancava a FSP com base em seus erros. Como eles não são poucos, o material era rico. A rigor, nem era lá muito engraçado, coisa meio nerd, nicho jornalista romântico e desempregado.

O vespertino dos irmãos Frias alegou que o site usava indevidamente a marca do grupo, notória. De fato é notória, de fato era usada mesmo. O homem da capa preta, com base sabe-se lá em que razões divinas, acatou o pedido e mandou tirar tudo do ar. Até mandou bloquear o domínio de internet dos irmãos Bocchini, de modo que eles se viram sem boca para gritar, pelo menos por um tempo. Com base no uso indevido da marca, o juiz mandou tirar o conteúdo do ar. Para proteger o casco, mandou jogar fora a cerveja.

Essa sandice, verdadeira cretinice, para não dizer uma ilogicidade ímpar por parte do aplicador de leis, não vem em boa hora. Já temos os monstrengos petistas querendo meter grilhões em tudo que é buraco de onde saia um soprinho qualquer cujo cheiro eles não gostem. Agora temos de nos preocupar em não ofender quem se dá ao trabalho de fazer um trabalho auto-ofensivo?

Ou esses Frias são uns viadinhos que não suportam piadas com seu brinquedinho favorito ou querem mesmo é que a esquerda tome conta de tudo logo duma vez. O amor deles pelos tucanos nunca foi segredo para ninguém, mas também não acham o PT o pior dos piores, é como um parente que ninguém gosta, todo mundo fala mal, mas quando alguém de fora fala, epa, aí, não, família é família. Certo, certo, não é só com eles que a coisa é assim, é com a imprensa quase toda, bem, é onde desemboca um dos canos das privadas universitárias, não? Nas redações e editorias dos jornais. Eis a origem do cheiro.

Tudo somado, o caso é que essa relação de amor e ódio entre os vermelhos raivosos e os amarelos delicados está batendo recordes de ridículo. Mas isto, aqui, é só de se anotar, costume, nada mais. Voltemos ao caso.

Sucede que em se tratando de internet, o pau é mais grosso. Os Frias podem tentar, mas a galera do contra já deu um jeito. A começar que o Google guarda tudo em cache, ou seja, dá para acessar ainda as tais páginas. Mas se conseguirem impedir até isto, não tem problema nenhum. Povaréu já cuidou do assunto: blogs e sites os mais variados fizeram cópias das paródias e as disponibilizam para quem quiser ver. Ao que se sabe, a coisa começou por iniciativa do site Boteco Sujo (http://www.botecosujo.com/2010/10/ditadura-nada-branda-da-folha-de-s.html), o qual também preservou um último desabafo em terras próprias de um dos perseguidos:

— É chocante a hipocrisia da Folha. Se isso não é censura e um atentado inaceitável à liberdade de expressão, juro que não sabemos o que é. Chega a ser cômico: o mesmo jornal que faz dezenas de editoriais acusando o governo de censura e bradando indignado por ‘liberdade de expressão’ comete esse ato violento de censura

O mesmo site traz uma curiosa lembrança. Consta que um dia o Macaco Simão, provavelmente o brasileiro mais sábio vivo, foi processado por Juliana Paes, ah, essas celebridades, porque ele teria propagado a infâmia de que ela não era casta. Segundo o dono da bodega, a causídica dos Frias, Sra, ou Srta, Taís Gasparian, alegou na defesa do jornal em segunda instância que o juiz de primeira tratou o “humor como ilícito e, no fim das contas, é o mesmo que censura”. Foi sugerido que os perseguidos de agora façam destas palavras contra a própria FSP. Boa idéia, sem dúvida. O causo, porém, é que juízes não têm humor algum e não entendem porra alguma sobre liberdade, para eles, liberdade só com autorização judicial, são estatólatras inveterados, bem criados no pior dos marxismos: o sutil e oculto em livros outros. Mas a torcida é grande, claro.

A FSP deveria é estimular o site, afinal, ela não tem um Ombudman e se orgulha disso? Pois a galera da Falha de São Paulo era só uma espécie de superego auxiliar desse bicho de nome feio aí. Ou seja, no fim, os caras da Falha faziam o serviço da Folha. Mereciam aumento dada a inegável sobrecarga de trabalho.

Anúncios

3 Responses to SEÇÃO NÃO ERRAMOS

  1. Everaldo disse:

    Do ponto de vista da lei está correto. Não condeno a Folha por ter tirado o site do ar já que este fazia uso de sua marca e conteúdo.

    O problema nessa história é saber se o real motivo de tirar o site do ar foi o uso de sua marca e conteúdo.
    Não acho que seja esse um caso de censura haja visto que houve plágio por parte dos donos do site.

    Reproduzo aqui o que disse no meu blog:
    Os donos do site poderiam agora publicar seu conteúdo em um outro formato. Fazer as críticas que devem ser feitas sem utilizar o layout do jornal. Seria esta uma boa oportunidade para ver se o jornal paulista agiu de fato por ser o site uma cópia da logo e conteúdo editorial ou uma forma de silenciar quem os critica de forma voraz.

    Agora, nicho jornalista romântico desempregado foi engraçado. rsrs

  2. Alexandre disse:

    Não há como, o conteúdo não pode voltar ao ar. A liminar atinge o conteúdo também. Compreende? Para salvar o casco mandou jogar fora a cerveja. A liminar deveria se limitar a obrigá-los a não fazer uso da marca, não a extirpar conteúdo. Por isto extrapolou, vamos ver se o tribunal conserta, mas duvido muito. Qual o link para seu blog?

  3. Everaldo disse:

    Alexandre,
    A liminar proibe a utilização de conteúdo da Folha, ou seja, reproduzir o conteúdo publicado pelo jornal. O que o Falha de São Paulo escrever não pode ser proibido. Ele pode fazer referências sem necessariamente reproduzir textualmente o conteúdo do jornal. É possível fazer isso.

    Meu blog é http://www.everaldovilela.com o post que comento sobre a Falha de São Paulo é http://www.everaldovilela.com/2010/10/04/falha-de-so-paulo/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: