ESTOURO II

A partir de informações encontradas no blog Boteco Sujo, pode-se ter uma vaga idéia do que aconteceu no caso Maria Rita Kehl. A respeito de tudo, o mais importante está no post debaixo, não neste.

Um dos donos do jornal acorda na sua mansão no Morumbi, irritadíssimo com a empregada que teve audácia de bater na porta do seu quarto lá pelas onze da madrugada, folheia aleatoriamente o matutino e dá de cara com o artigo. Fica mais irritado ainda em ver o seu, seu, jornal falar bem do Bolsa Família. Liga imediatamente para alguém na redação.

Minutos depois, o diretor do caderno cultural, já com a orelha quente de tanto ouvir palavrão solta “Ih, a Kehl dançou”.

Algum estagiário ouve, vai embora, comenta no ponto de ônibus. Um outro estagiário, eleitor da Dilma ouve, chega na vila, corre até o Padre Silva e diz que a colunista foi demitida. O pároco, que é da teologia da libertação e eleitor da Dilma também, liga rapidinho para o pessoal do comitê Vila Vintém com Dilma até a Morte. Esse pessoal começa a espalhar, até que a notícia, finalmente, chega no Nassif que reverbera a demissão que nunca aconteceu.

E o resto é história.

Se não foi isto, foi algo assim. Pouco importa, na verdade.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: