Dura lex, Sed Lex

A propósito da polêmica a respeito daquela excomunhão dos pais e médicos por conta do aborto por conta da gravidez por conta do estupro da menina, Vitor Molina sintetizou muito bem a questão:

A Igreja não se baseia na autoridade humana, mas naquilo que entende ser a divina.

Morrereram muitíssimo Papas, martirizados por aquilo em que acreditavam.

Atrás da grandeza da Igreja está o sangue desses mártires assim como o sacrifício do próprio Deus pelos homens. Quem é precedido por tal coisa e norteia-se por princípios que julga eternos não irá jamais fazer concessões ao secularismo em nome da conveniência.

A Igreja é o que é, gostem ou não e não tem obrigação alguma de conciliar-se com o mundo laico em sua doutrina.

Victor Molina

Anúncios

9 Responses to Dura lex, Sed Lex

  1. Licinio disse:

    O bispo estava defendo o pedófilo. Essa prática é muito comum na ICAR.

  2. Atena disse:

    Nisto o Victor tem razão, a Igreja não tem mesmo que adaptar-se ao mundo.

  3. Licinio disse:

    Por que não? Pelo que aprendi igreja alguma é detentora da verdade. O que existe é muita safadeza nesse meio de pederastas e pedófilos.

  4. Atena disse:

    Licínio, a Igreja orienta a viver de acordo com o que julga ser a vontade de Deus. Certa ou não, a idéia é que o mundo aja de acordo com o que Deus quer, e não que a Igreja aja de acordo com o que o mundo quer.

    As leis dos homens mudam sempre, as de Deus não. A Igreja não tem que se adaptar, pois segue as diretrizes divinas.

    [Ou acredita seguir, antes que você proteste :)]

  5. Licinio disse:

    Eu podia jurar que a discussão era outra, acredita?

  6. Alexandre disse:

    Pode haver muita safadeza, mas isso não muda o fato de que as regras da igreja são dela, adere quem quer. Não faz sentido questionar a sua aplicação, mesmo porque, no caso, a excomunhão é automática.

    O negócio não é discutir a Igreja, mas prender o estuprador.

  7. Atena disse:

    É isto… 🙂

    Não acompanhei a discussão, Licínio, nem estava me posicionando em relação ao caso citado, apenas estou de acordo que a Igreja não tem que se adaptar ao mundo.

  8. Licinio disse:

    John, a igreja sempre defendeu e acobertou os pervertidos, sejam estes ecléticos ou não – isso é antigo. Você agora lembrou algo: a excomunhão é automática. Sabe que é bem melhor viver afastado da igreja católica do que viver em ambiente infestado por bispos e padres homosexuais?

  9. Licinio disse:

    Atena, em dia que interesso-me em discutir as Leis de Deus eu procuro orientação e companhia de Lúcifer. É quem melhor entende dessas coisas. 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: