Retrato cultural

Embora esse governo não dê sossego, aqui vai um minutinho de descontração.
Ao final da lista, uma contribuição do blog.

FAZENDO ARTE NA CERTIDÃO DE NASCIMENTO

Escrito por Mauricio GarciaSou formado em Medicina há 7 anos, e minha carreira me proporcionou contato com as mais variadas e indescritíveis figuras e situações.

Vim de família de classe média, e começar a trabalhar com todas as parcelas da população é um choque de cultura inigualável. Vê-se de tudo. Muitas das situações não podem ser descritas aqui, causariam conflitos éticos em uma profissão onde o sigilo médico impera. Porém, este capítulo da Medicina que abordo agora é aberto a todos.

E engraçadíssimo, por sinal. Apesar de Portugal nos ter fornecido estoque inesgotável de piadas sobre seus habitantes, se vivêssemos sob as leis de lá, este artigo não seria escrito.

Estou me referindo ao rigor português ao escolher o nome da criança recém-nata, pois lá existe uma lista de nomes possíveis. Mas isto aqui é Brasil. O brasileiro é um povo criativo, e resolve fazer arte até na hora de batizar seus filhos. Apresento a vocês, uma coletânea feita com colegas meus de profissão, principalmente os pediatras, dos nomes mais bizarros e engraçados vistos em consultórios, maternidades e afins. Afinal, todo mundo tem que passar pelo médico um dia.

Vamos brincar de dar nomes bizarros para nossos filhos! Afinal, eles não podem reclamar mesmo.

– Aga Esterna: Essa era uma jóia! Literalmente.
– Abias Corpus da Silva:Esse nunca iria preso.
– Bilidudilei e Jimibradilei da Silva: Irmãos
– Boniclaide: Bonnie and Clyde

– Bruno: Filho mais velho. Até aí nada, o problema foi quando o mais novo nasceu, e foi batizado de… Marrone.
– Brucili Benedito da Silva: Mais um homenageado, Bruce Lee
– Caralhecilda: Ninguém chamava a paciente gritando. Por que será?
– Darkson Stick Nick da Silva: Venceu um concurso promovido pelos médicos. O pior nome!
– Darzã: O pai era fanho e o cara do cartório não entendeu quando ele disse Tarzan.
– Delícia Cremosa: Devem ter levado o pote de margarina pro cartório.
– Ellen Geoáite : Homenagem a uma escritora americana chamada Ellen G. White.
– Eneaotil: Era mais fácil chamar de NÃO.
– Erripóter: A mãe não se chamava J.K Rowling
– Frankstein Junior : O pai se chamava João da Silva.
– Free William da Silva : Free Willy legendado.
– Harlei David Son: Born to be wild!
– Heman Eduardo: A pronúncia é He-man! Pelos poderes de Grayskull!! Acreditem ou não, sua irmã se chamava She-Ra.
– Hyrum: Pronuncia “Airon”. Questionado, o pai disse que era homenagem ao Iron Maiden.
– Hotidogson: Nem o cachorro quente escapa da homenagem
– Inri: Isso mesmo. Jesus de Nazaré Rei dos Judeus.
– Istiveonder da Silva : Ao contrário do cantor, esse enxergava bem.
– Jean Claude Van Dame da Silva: Um magrinho raquítico
– Jedai: Que a força esteja com você.
– João Lenão: Beatle tupiniquim
– Justdoit : A Nike fazendo a cabeça do povão
– Kaelisson Bruno: Homenagem ao grupo KLB (Kiko, Leandro e Bruno)
– Kalifornia Drim dos Santos e Roliude dos Santos: Irmãos provindos de uma comunidade hippie
– Kevinson Junior : O nome do pai era Rafael
– Kwysswyla: Uma proeza, só uma vogal! Leia-se Quíssila.
– Kung Fu José e Kung Fu João: Gêmeos.
– Laion, Pantro e Xitara: Geração Thundercats

– Letisgo: Outro clássico. Let´s go, em versão tupiniquim. Duro era gritar o nome para chamar para a consulta.
– Leidi Dai : Nem precisa tecla SAP
– Madeinusa: Exótico? Apenas a expressão MADE IN USA, junta.

– Magaiver: Esse tinha mãe que tomava pílula e pai vasectomizado usando camisinha. E mesmo assim nasceu.
– Mari Onete: Ao contrário do que se pensa, foi sozinha à consulta.
– Maiquel Edy Marfy: Seria Michael + Eddie Murphy?
– Maycom Géquiçom: Sem comentários
– Merdalina : Pois é. Tem de tudo
– Myqueimausi: Deve ser filho do Valdisnei
– Michelângelo: homenagem ao pintor renascentista? Nada, era a tartaruga ninja mesmo.
– Milquesheiqueson: Qual era o sabor?
– Mijardenia e Merdamercia: Irmãs, carinhosamente chamadas de Mimi e Memé.
– Mikarraquinem: Criança que adorava correr do banho.
– Miquetiçon: Segundo a mãe, pronuncia-se. Mike Tyson.
– Orange, Blue e Yellow: Família arco-íris
– Patrick Itambé da Silva (Homenagem ao ex-piloto francês de F1 Patrick Tambay)
– Pir: Pronúncia PI-ERRE.
– Railander da Silva: Esse sofreu um corte, para sua sorte, não foi a sua cabeça que foi cortada.

– Romixinaide: Homenagem a Romy Schneider. Tá, eu sei que você não conhece. Foi uma diva do cinema há uns 50 anos trás.
– Rudegulete e Claiver: 2 irmãos, uma dupla de ataque poderosa (RuudGullit e Kluivert)
– Shaite: Nosso velejador Robert Scheidt também merece homenagem
– Silvester Estalone: Diz o médico que pediu um autógrafo.

– Tayla Nayla, Taxla Naxla, Tarla Narla : Irmãs cuja mãe aguardava a quarta filha, que seria batizada de Taola Naola. Levanta a mão aí quem também era fã de Tartarugas Ninja!

– Tospericagerja: Um clássico, homenagem do pai aos craques da Copa de 70: Tostão, Pelé, Rivelino, Carlos Alberto, Gerson, Jairzinho.
– Ulton : Ao chamar a criança, o médico foi corrigido pela mãe: U-Eli-Ton. Tem que pronunciar o L
– Uiliam Bone: Futuro apresentador do Jornal Nacional
– Um Dois Três de Oliveira Quatro : Esse é famoso. É um agricultor Potiguar. Eles merecem
– Uilikit e Uiliket: Gêmeos também da geração acima

– Urinoldo Alequissandro : O médico que atendia este garoto o encaminhou para outro colega. Não conseguia parar de rir ao associar o garoto com um urinol.
– Usnavi: Filho de um fanático por navios americanos, que apresentam a inscrição U.S. NAVY
– Valdisnei: Um clássico. Homenagem ao grande Walt Disney.
– Villejack Jeans e Cachemire Bouquet.(dois irmãos). Eita propaganda

– Xerox (pai), Fotocópia (filha mais velha) e autenticada (filha mais nova). Caso famoso em Recife.
Brasil, país da criatividade!
***************
Contribuição do Blog:

Botantonio (Bota Antonio) e Crisoanderson (Cris ou Anderson). Pessoal de cartório anda sem paciência depois que o governo tornou gratuita a certidão de nascimento.

Tem mais:

Johnny Lee Walker da Silva (matador profissional, preso).

Romário Maradona Edmundo Ribeiro (o pai está preso, pelo nome imagine-se o destino do filho…)

Mas, perigando começar uma guerra, nada supera um dono de ferro velho, filho de árabes:

Alô Moisés.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: