Democracia ou oclocracia? – parte 1 de 5

Apesar de pontuais discordâncias, vem bem a propósito da eleição venezuelana o texto abaixo.

É certo que o resultado das eleições, a supor tenham sido naturais e sem fraudes, deve ser respeitado. O problema é que a população não percebe a armadilha em que está se metendo, exatamente como acontecia na Roma de César.

De todo modo, não é sacanagem que a palavra nos faça lembrar de cloaca?

*********

Democracia ou oclocracia?

Gerhard Erich Boehme

“O Estado é a grande ficção através da qual todo mundo se esforça para viver à custa de todo mundo.” (Frédéric Bastiat)

Vivemos uma sociedade pautada pela constante e crescente degeneração, e é importante que entendamos o significado desta palavra, pois degeneração além de ser a ação ou efeito de degenerar, tem como sinônimo a corrupção e a depravação no sentido físico e moral.

Não nos comprometemos com as futuras gerações, não valorizamos o ensino fundamental e não entendemos o verdadeiro papel do Estado¹).

Por conta da demagogia política e a sede de conquista do poder, deixamos de considerar que a fiel observância ao princípio da subsidiariedade como fundamental para que seja construída uma nação sadia, honrada e que possa assegurar o desenvolvimento pleno do cidadão sem imposições ou restrições. Um princípio que não é conhecido por muitos e que é desconsiderado por professores, políticos, pelos profissionais da mídia em especial. Se não por ignorância, seguramente por má fé. E o que temos, uma excessiva centralização das decisões em Brasília, fora da realidade brasileira, decisões sendo pautadas por critérios políticos-ideoló gicos, um país administrado através do clientelismo político e na supremacia dos chamados movimentos sociais – na realidade antissociais, com o capitalismo de comparsas e o socialismo de privilegiados.. Temos a oclocracia superando uma verdadeira democracia.

Assim como desconsideramos a liberdade, desconsideramos o princípio da subsidiariedade, desconsideramos a democracia, e é bom que se entenda que democracia vem da palavra grega “demos” que significa povo. Nas democracias, é o povo quem detém o poder soberano sobre o poder legislativo e o executivo. É o cidadão que tem o poder transferir sua autoridade e não cabe ao Estado¹ lha conceder.

Embora existam pequenas diferenças nas várias democracias, certos princípios e práticas distinguem o governo democrático de outras formas de governo.

Democracia é o governo no qual o poder e a responsabilidade cívica são exercidos por todos os cidadãos, diretamente ou através dos seus representantes livremente eleitos. Democracia, todos sabem, não é apenas a prevalência da vontade da maioria, isso é uma característica também da oclocracia.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: