Quem te ensinou a chorar?

Não sei nem porque é notícia, mas saiu na BBC (já ta ficando chata essa história aliás, só dá ela) que as expressões faciais são inatas. Com todo respeito aos pesquisadores, mas algo muito sério precisa ser dito aqui com uma expressão facial muito popular: dãããããããã…

Se as próprias emoções são inatas, que surpresa há em que as expressões faciais o sejam?

Bom, nenhuma, mas não sejamos sacanas. Os caras fizeram a coisa certa: documentaram empiricamente uma conclusão lógica decorrente de outros dados.

Foi o pessoal da Universidade de São Francisco, EUA, capitaneada pelo professor Matsumoto, que levou a coisa adiante. Eles fizeram o seguinte: analisaram as expressões faciais dos campeões olímpicos normais e dos cegos de nascença e, bingo, tudo igual. Ou seja, os normais não aprenderam com ninguém a cara de choro, pois se assim fosse, os cegos deveriam ter várias expressões diferentes e não exatamente a mesma.

Pense o seguinte: o bebê aprendeu a cara de choro com quem? Se há um problema sério com os skinerianos é que eles não conseguem explicar o primeiro comportamento, qualquer comportamento. Noves fora suas amalucadas noções de eu e causa. Em ciência, o inimigo do meu inimigo não é meu amigo.

Dito isso, que é só mais um cutucão na tola lenda da tabula rasa, do império da cultura e outras tolices em voga na academia brazuca, especialmente nas humanas, um lembrete: essas reações fisiológicas não são exatamente um comportamento, não o tipo de comportamento que nós consideramos relevantes nas relações sociais. Espirrar é uma coisa, avançar o sinal vermelho é outra. Mas se ninguém faz cara de riso quando quer chorar, então é bem provável que mais componentes biológicos de agressividade expliquem o avanço do sinal vermelho em muitos casos.

E sabe o que mais andaram descobrindo? Que cães lêem emoções…Pois é, esses cientistas às vezes parecem uns bebes que engoliram dicionários. Esses lobinhos chantagistas morreriam de fome se não manipulassem emoções humanas e não dá para fazê-lo sem saber reconhece-las bem e como se sabe nada diz mais sobre sentimentos do que o rosto. Simples assim. Essa é da galera da Universidade de Lincoln, Inglaterra. O mérito é o mesmo da turma da Califórnia, com um adendo: eles foram mais refinados e embasaram sua afirmação no comportamento parecido de cães e humanos ao se deparar com rostos humanos, ou seja, virar o olhar para o lado esquerdo, para a direita da face vista, porque, desconfia-se, o lado direito expressa melhor nossas emoções.

Anúncios

4 Responses to Quem te ensinou a chorar?

  1. Atena disse:

    Às vezes, saber o caminho não é o bastante.

    ***

    Achei que você fosse gostar daquela sobre como pesquisar no google causa aquecimento global. Eu gostei 🙂

    A pesquisa não dá ênfase a esta parte, mas ferver água também é algo terrível.

    Só não sei se sobrevivc sem o google e sem café.

  2. Alexandre disse:

    Qual?

  3. Licínio disse:

    Aprendemos tanta bobagem que nem sabemos mais quem falou primeiro as coisas. 🙂

  4. Atena disse:

    Mandei pro seu e-mail.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: